15 de abr de 2015

Câmara Municipal de Toritama votará hoje abertura de cassação do prefeito Odon Ferreira

Fotos: Arquivo.
Uma nova denúncia feita pela Promotoria Pública de Toritama acusa novamente o prefeito Odon Ferreira (PSB) de praticar improbidade administrativa, segundo consta nos detalhes do processo no qual a nossa equipe de reportagem teve acesso. Em maio de 2013, Odon Ferreira realizou a compra de 2.240 buquês de rosas naturais, ao preço de R$ 4,00 cada e de 35 ramalhetes de flores naturais ao preço de R$ 50,00 cada.

A compra foi feita junto a empresária Laudicéia dos Santos Silva, totalizando o valor da compra uma quantia de R$ 10.710,00, com dispensa de licitação, Odon tem 15 dias para apresentar a sua defesa. Os valores citados deveriam serem licitados, já que a Lei obriga a licitação acima de R$ 8.00,00. As flores foram entregues a secretária da Mulher que é dirigida por Daniele Cunha, filha do Prefeito Odon e que hoje se encontra fechada.

No mês anterior, o prefeito também foi denunciado pela promotoria de Toritama, por ter pago a ele mesmo o valor de R$ 37.500,00 em 2014, no período em que a cidade estava em estado de calamidade pública, a quantia seria referente a salários atrasados que o mesmo não recebeu quando era vice-prefeito da gestão Marcelo Andrade (PPS) 2004/2008.



Os cinco vereadores da Oposição na Câmara, Birino e Nilton de Enoque do (PSB), Fábio Florentino (PT), Dioclecio (PTC) e Morica (PSL) estiveram nesta quarta-feira (15) na Rádio Toritama FM ,convocando a população para participar da reunião de hoje na Casa Legislativa, onde será votada uma abertura de processo de cassação contra o atual gestor.

Para isso é necessário o voto de sete dos treze parlamentares da Casa. Sendo aprovado, será aberta uma comissão com três vereadores votados na sessão e o prefeito terá o prazo de 60 dias para apresentar sua defesa.

Do blog de Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.