27 de mar de 2015

Vereadores denunciam ‘Farra dos Transportes’ no Ministério Público em Brejo da Madre de Deus

Os vereadores Hilário Paulo (SD, foto ao lado) e Flávio Diniz (PP) protocolaram mais uma denúncia no início da tarde de ontem (quinta-feira) envolvendo o escândalo que está sendo chamado a ‘Farra dos Transportes’ que movimentou mais de R$ 3,8 milhões em um ano de governo do ex-prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora (PSDB).

A denúncia que já tinha sido protocolada no Ministério Público Federal no dia 06 de Março, agora também foi formalizada no Ministério Público de Brejo da Madre de Deus e ainda poderá ser apresentada a outros poderes.
“Iremos protocolar a denúncia em todos os órgãos que tem competência de averiguar esse que pode ser considerado o maior escândalo dessa Região. Os responsáveis terão que ser punidos pela justiça, ou provar sua inocência, que é algo pouco provável de acontecer, já que o material que colhemos é muito preciso”, pontuou Hilário.
Segundo informações repassadas ao Blog Agreste Notícia, a Internacional Empreendimentos e Serviço de Limpeza e Transportes LTDA EPP, que foi responsável pelo gerenciamento dos transportes agregados a Prefeitura Municipal na gestão de Roberto Asfora tratasse de uma empresa fraudulenta e já existe um dossiê que foi entregue ao Promotor de Justiça Dr. Antônio Rolemberg que irá analisar o conteúdo do material que foi anexado na denúncia.

Toda a movimentação financeira com a referida empresa aconteceu com dispensa de licitação, isso porque, Asfora no início de seu mandato relâmpago baixou um decreto emergencial que tem validade apenas de 90 dias, mas o político passou um ano e um mês trabalhando dessa forma, sem ter decretado um novo estado de emergência e nem tampouco prorrogado o primeiro.
“Estamos confiantes na Justiça, temos a certeza de que houve irregularidades na contratação dessa empresa e em breve teremos o resultado disso que estamos fazendo. Infelizmente o que aconteceu em Brejo da Madre de Deus foi aberrante e mostra a falta de comprometimento com os recursos públicos”, disse Flávio Diniz.
Os Parlamentares ainda afirmaram que além do ex-prefeito Roberto Asfora, outro político de Pernambuco foi envolvido na denúncia, porém, preferiram preservar pelo menos em primeiro momento o nome dele.

Informações do Agreste Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.