8 de mar de 2015

PSB: sem Eduardo, racha nos diretórios

    Leandro Mazzini – Coluna Esplanada
A morte do líder Eduardo Campos causou um efeito imediato no PSB, que começa a vir à tona: o racha nos diretórios. Sem o conciliador comandante, os diretórios do PSB de Pernambuco e do Rio de Janeiro, para citar dois exemplos, estão desunidos pela atuação de grupos que pretendem se cacifar.

O diretório do Rio foi ocupado pela Juventude do partido na quarta-feira, que cobra o comando para o deputado federal Glauber Braga (PSB-RJ), eleito para o cargo. O senador Romário reivindicava o controle por causa do seu poder eleitoral. A Executiva Nacional do PSB decidiu deixar a vaga com o ‘Baixinho’ – que disputará a prefeitura do Rio, revelou neste sábado Monica Bergamo.

Em Pernambuco, o governador Paulo Câmara e o senador eleito Fernando Bezerra não conversam mais. Andam se estranhando desde que Câmara prometeu o controle de uma secretaria para o senador e recuou, por telefone.

A Executiva Nacional do PSB se esforça para controlar os egos. A batalha não é só pelo controle do partido nos Estados, mas pela indicação para a candidatura a prefeito das capitais.

Informações de Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.