24 de fev de 2015

Representantes do Poder Público de Santa Cruz do Capibaribe se reúnem com o Secretário de Defesa Social de Pernambuco e cobram melhorias na segurança da cidade

Foto: Jefferson Lulu, Gercom da Prefeitura
O quesito segurança pública de Santa Cruz do Capibaribe foi amplamente debatido na manhã desta segunda-feira (23), em Recife. Para discutir o assunto, o Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho, juntamente com o comandante da Polícia Militar, Coronel Pereira Neto e o chefe da Polícia Civil, Antônio Barros, receberam uma comitiva de representantes do Poder Público e membros de entidades representativas da Capital das Confecções.

No grupo, liderado pelo prefeito Edson Vieira (PSDB), o presidente do Legislativo, vereador Professor Afrânio Marques (PDT), o vereador líder da bancada, Pipoca (PMN), o líder do governo, Luciano Bezerra (PR), e a vereadora Narah Leandro (PSB), que representou o Conselho da Paz, além do secretário de Defesa Social e Mobilidade Urbana, Fábio Aragão, e o executivo de Defesa Social, Coronel Donizete Rodrigues.

O Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho, se comprometeu em dar uma resposta imediata a Santa Cruz do Capibaribe por meio da inauguração de uma nova delegacia, implantação de um Batalhão de polícia da CIOSAC na área do 24º Batalhão, que ficará as margens da BR-104, com 210 policiais, além da intensificação de combate ao crime organizado.

Para o presidente do Legislativo, Vereador Professor Afrânio, o encontro foi muito positivo, pois o secretário foi muito contundente em suas promessas em curto prazo. “Nós fomos em busca de cobrar e fazer o nosso papel enquanto representante do povo de Santa Cruz do Capibaribe, no entanto, sabemos que segurança é responsabilidade do Estado, mas a sociedade precisa estar engajada na busca pela paz. Segurança não passa meramente pelo caminho da repressão, mas pela questão cultural e de educação, que as pessoas precisam se inserir nesse contexto, a fim de termos uma cidade cada vez melhor, é preciso ter uma compreensão mais ampla dessa questão”, explicou o presidente. 

Participaram ainda do encontro, representantes da sociedade civil organizada Hideraldo Abrantes, representando a CDL local, Lúcia Nascimento e Clóvis Nunes, representando o MovPaz, municipal e nacional, respectivamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.