.

.

30 de dez de 2014

Salário mínimo será R$ 788 em 2015

Foto: Mayra Cavalcanti/NE10
A partir do dia 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo do Brasil passará a ser de R$ 788,00. O valor foi definido através de decreto presidencial publicado no Diario Oficial da União desta terça-feira (30). Hoje, o salário mínimo é de R$ 724,00.

O decreto define ainda que o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 26,27. O valor por hora de trabalho foi definido em R$ 3,58.

O texto passa a valer a partir do dia 1º de janeiro e o novo salário será pago já em fevereiro.

O decreto é assinado pela presidente Dilma Rousseff (PT) e pelos ministros da Fazenda, Guido Mantega; do Trabalho, Manoel Dias; do Planejamento, Miriam Belchior; e da Previdência, Garibaldi Alves Filho.

Para evitar mais mortes, cidades do interior querem regulamentar cinquentinhas em 2015


Os municípios do interior estão cada vez mais preocupados com as mortes provocadas por acidentes com motos.

Em Arcoverde, por exemplo, a Arcotrans, que faz parte do Comitê Regional de Prevenção dos Acidentes de Moto, deve propor, no próximo ano, através de solicitação do Coordenador Executivo do Comitê Estadual de Prevenção dos Acidentes de Moto (CEPAM), João Veiga, a regulamentação das motocicletas de 50 cilindradas, as famosas cinquentinhas.

Um dos principais motivos é o considerado aumento de acidentes.

Segundo dado do Mapa da Violência 2013, as taxas de internação de motociclistas no país entre 1998 e 2012 cresceram drasticamente (288,75%).

Estima-se que para 10 leitos de UTI nos hospitais do SUS, seis são ocupados por vítimas de acidentes de transito, dos quais quatro são motocicletas.

Por esse motivo, o estado implantou, em 2011, o Cepam, que tem montado estratégias intersetoriais e adotado medidas para enfrentamento dessa problemática.

“Regulamentar as motocicletas 50 cilindraras deve ajudar a diminuir os acidentes. Tivemos a informação de cinco acidentes, na semana passada, em Arcoverde, sendo que três aconteceram com a cinquentinha e todos os condutores eram de menor idade”, explica o presidente da Arcotrans, Vlademir Cavalcanti, que estuda junta ao Comitê Regional a elaboração de um projeto de lei para a submissão e aprovação da casa legislativa municipal.

“O grande problema, hoje, é que qualquer pessoa pode comprar uma 50 cilindradas e, por não ser regularizada, tem o preço mais acessível, não é obrigatório o uso do capacete e não paga nenhum imposto”, diz Vlademir.

Ainda dentro de estimativas do Detran-PE, mais de 250 mil motociclitas 50 cilindradas oneram os gastos públicos, sem que haja o devido recolhimento de impostos.

No Recife, o prefeito Geraldo Julio sancionou, em novembro, a Lei 043/2013, que regulamenta no Recife o uso das motos de 50 cilindradas, conhecidas como cinquentinhas. A norma determina que os condutores do veículo tenham Carteira Nacional de Habilitação (CNH), usem capacete e equipamentos de segurança e emplaquem os ciclomotores, que terão de ter registro na Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). A partir da legislação, os condutores ficarão sujeitos a multas e medidas administrativas estabelecidas pela Código de Trânsito Brasileiro, em caso de infrações.

O decreto que regulamenta a lei era esperado para dezembro. A PCR utilizará o mês de janeiro de 2014 para divulgar as novas exigências. Em fevereiro, a CTTU iniciará o processo de cadastramento dos veículos. Depois dessa etapa, os condutores serão encaminhados ao Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) para a emissão do emplacamento e seguro obrigatório. A fiscalização terá início em agosto de 2014, para que todos possam se adaptar ao que determina a norma.

Por Paulo Pereira
Com informações do blog de Jamildo

Caminhão da Coca-Cola tomba na Serra de Taquaritinga do Norte e tem carga saqueada

Fotos: Dália Net
Um caminhão baú da empresa Coca-Cola tombou na Serra de Taquaritinga do Norte, na tarde desta segunda-feira (29) e por pouco não caiu ribanceira a baixo. A rodovia que da acesso ao município ficou interditada por cerca de duas horas.

O veículo era conduzido por José Fábio da Silva, residente em Bezerros, que perdeu o controle do veículo na decida da serra.

O ajudante Cícero Heleno de Melo teve ferimentos em um dos braços e foi encaminhado para o Hospital Getúlio Vargas, no Recife.

A Polícia Militar esteve no local e tentou conter os ânimos da população. Apensar dos saques, ninguém foi preso.


Do blog de Ney Lima

29 de dez de 2014

Pela primeira vez em oito anos, homicídios aumentam quase 9% em Pernambuco

Foto: Folha de Pernambuco
Pela primeira vez desde a implementação do programa Pacto pela Vida, no início da gestão do ex-governador Eduardo Campos (PSB), em 2007, o número de homicídios aumentou em Pernambuco no ano. De acordo com balanço feito pela Secretaria de Defesa Social (SDS), divulgado nesta sexta-feira (26), houve um crescimento de 8,73% no índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) de janeiro a novembro de 2014 em relação com o mesmo período de 2013. No balanço total dos oito anos, o Pacto conseguiu reduzir o número em 33,7%.

Em 2004, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes no Estado era de 50,86, aumentando para 56 em 2007, quando o programa saiu do papel. Desde então, vem sendo reduzido e chegou a 34,12 por 100 mil habitantes em 2014, mesmo com o crescimento deste ano. “Mudamos a realidade de um Estado que era reconhecido como um dos mais violentos”, afirmou o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho.

Para o secretário, são vários os motivos que levaram ao crescimento no número de CVLI. Entre eles, estão a greve da Polícia Militar realizada em maio; a reivindicação de PMs pela aprovação da PEC 300, que estabelece que a remuneração dos policiais militares dos estados não pode ser inferior à do Distrito Federal, com subsídio do governo federal; e a operação-padrão dos delegados da Polícia Civil.

O secretário também justifica o aumento usando a Copa do Mundo e o período eleitoral. “Interferiu na forma de condução de algumas pessoas dentro do processo”, afirmou Alessandro Carvalho.

Apesar do resultado negativo deste ano, alguns municípios, principalmente no interior, se destacaram nos resultados do programa. Um deles foi Salgueiro, no Sertão, onde o número de homicídios diminuiu 51% este ano. Nos oito anos de Pacto pela Vida, no entanto, o Sertão foi a região em que houve a menor redução de CVLI, com 26,27% menos crimes no período. A diminuição na Região Metropolitana do Recife foi de 57,3%.

Informações: Blog de Jamildo

FLAGRANTE: Em Taquaritinga, unidade do SAMU é vista estacionada em chácara onde acontecia bebedeira

Unidade do SAMU passou mais de uma hora  estacionado em frente a chácara onde acontecia uma farra
Fotos: Paulo Pereira/PEmais
Neste domingo (28), recebemos uma denúncia envolvendo uma unidade do SAMU pertencente ao município de Taquaritinga do Norte. Moradores do sítio São Miguel, próximo ao centro da cidade, informaram que uma unidade do SAMU estava parada em uma residência particular, onde estaria acontecendo uma farra.

Ao chegar no local comprovamos a veracidade da denúncia, o veículo estava parado em frente a uma chácara onde havia um som ligado e barulho de pessoas conversando em volume alterado. Ainda segundo os moradores a unidade ficou parada por mais de uma hora no local, o que chamou atenção por não existir nenhuma ocorrência nas proximidades.

Na foto, detalhe da placa do veículo pertencente ao município de Taquaritinga do Norte.
Os moradores ainda informaram que a unidade chegou na comunidade com a sirene ligada e em seguida estacionou e permaneceu no local por um longo período. O fato aconteceu entre as 13 e 14 horas deste domingo.

Sabe-se que estas unidades não podem sair da sua base sem que recebam uma ordem vinda de uma central de operações. Populares afirmam que na unidade estavam dois funcionários do SAMU. Não conseguimos identificar quem estava na unidade, mas o fato revoltou alguns moradores da localidade.

Perguntar não ofende:
O que estaria fazendo uma unidade do SAMU estacionada em frente a uma residência particular onde estava acontecendo uma farra ou bebedeira?


25 de dez de 2014

Dilma embarca com a família para descanso de fim de ano


 
A presidente Dilma Rousseff embarcou para Salvador nesta quinta-feira (25) para um período de descanso de quatro dias na praia de Inema, na Base Naval de Aratu, a 42 km do centro da capital baiana.

Na quarta (24), Dilma passou a véspera de Natal com a família em Brasília. A previsão é de que retorne à capital federal na segunda-feira (28), quando deve anunciar o nome de mais ministros.

Segundo o Planalto, a presidente viajou com a mãe, Dilma Jane, a tia Arilda, a filha Paula, o genro Rafael e o neto Gabriel, de 4 anos. Não estão previstas visitas de autoridades, nem agenda oficial.

Esta será a oitava vez em que Dilma escolhe a Base Naval de Aratu para descansar —a última vez que esteve no local foi no final de outubro, após vencer as eleições no segundo turno.

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso também já passaram férias e feriados na mesma base, quando ocupavam o cargo, já que o acesso à praia é restrito aos militares.

Por Paulo Pereira
com informações da Folha de São Paulo

OPINIÃO: "O Melhor Natal de Minha Infância."


Uma história de Natal de quem nasceu no cariri pernambucano.

Era uma tarde quente. Em Serra dos Bois, Taquaritinga do Norte, PE, o sol espalhava fogo como naquelas histórias de terror que nossos pais nos contavam para forçar a chegada do sono. O dia pareceu normal, nada de extraordinário aconteceu que chamasse a atenção de quem quer fosse. Pela manhã soltaram-se os animais para que eles fossem campear, procurando comida e abrigo. No fim do dia as cabras, as ovelhas e as vacas voltaram para seus currais, para passar mais uma noite remoendo e deixar os caroços de embu pelo chão.Os papagaios passaram pela manhã e voltaram à tarde, cantando com alegria.

Logo após o jantar Otília, iniciou uma costura. Com sua máquina de costura branca de manivela dava inícios ao vai e vem das agulhas e amarrando com linhas; fechando e abrindo, cortando e acertando detalhes que só uma boa costureira sabe fazer. No final dava em alguma peça, podendo ser para criança ou para adulto.

Ocorre que aquele dia era diferente. Ninguém falou para mim que ele não podia adoecer em dia de Natal. Mas adoeci; de repente senti uma febre, daquelas que nem chá de quina quina curava.
Quando anoiteceu já dormindo, suado e com frio, fui acordado por Bi, minha vó. Ela me vestiu com aquela roupa que acabara de fazer e ao entregar como um presente disse-me:

- Antonio, hoje é dia de Natal, dia que comemoramos o nascimento do Filho de Deus, que veio para perdoar nossos pecados.

Aquelas palavras e a roupa vermelha que me dera foi o remédio para a doença que estava sofrendo. A febre passou. Parei de suar e de sentir frio e aquela noite foi a que melhor dormi. Ficando em minha memória como o melhor Natal de minha infância.


Antonio Martins de Farias
é Advogado e norte taquaritinguense.
.................................................................................................................................................................
*As opiniões assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do blog PEmais,
sendo as opiniões expressadas, de total responsabilidade dos colunistas. 

Caruaru é eleita umas das 100 melhores cidades do País para se viver, segundo revista EXAME


O salto de Caruaru - O prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), festejou como ninguém a pesquisa da revista Exame apontando a cidade entre as 100 melhores do País para se viver. A capital do forró na era do pedetista passa, na verdade, por uma grande mutação, mas ainda silenciosa. 

Caruaru está entre as 50 cidades brasileiras que mais contrataram em 2013. Seu PIB (Produto Interno Bruto), que pulou 5%, é o quinto do Estado, abaixo apenas do Recife, Jaboatão, Cabo e Ipojuca. Na verdade, o PIB caruaruense cresceu mais do que o Estado, com 2,7% e também passou o do País, que cresceu apenas 0,2%. 

Quanto ao PIB per capta, saltou de R$ 3 mil em 2010 para R$ 12 mil em 2012. Animado com os avanços do município, Queiroz estufa o peito e diz que não existe retração na atividade econômica. Segundo ele, existem hoje 102 edifícios licenciados para construção numa média de 15 a 42 andares. 

Há, também, grandes redes hoteleiras se instalando em Caruaru, como Beach Class e Rio Ave, o Haras Empreendimento, uma verdadeira cidade-bairro, do mesmo grupo que investe na praia do Paiva, no Cabo, além do Grupo CP Construção, que ergue um espigão com 15 andares. 

Quanto a investimentos públicos, o prefeito destaca algumas obras em andamento, como dois conjuntos residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida, totalizando 3,8 mil unidades. O seu xodó, entretanto, é o novo espaço destinado à feira da sulanca, cujas obras começam em janeiro. 

Com uma área em torno de 60 hectares, bem próxima ao hospital Mestre Vitalino, na BR-104, o novo centro comercial será o maior da América do Sul, com 10 mil boxes de varejo, 300 lojas de atacado, 3.768 vagas de estacionamento para carros e 600 para ônibus. 

A infraestrutura inclui, ainda, uma praça de alimentação e até serviço médico. “Caruaru vai ganhar um centro à altura da sua grande feira da sulanca”, comemora o prefeito. Diferentemente dos prefeitos que se encontram com a corda no pescoço, Queiroz reconhece as dificuldades, mas tem motivos para não temer 2015, que se apresenta como um ano bicudo. 

“Já temos de largada R$ 100 milhões para investimentos no ano que vem”, diz Queiroz referindo-se a emendas no Orçamento da União garantidas pelo deputado federal Wolney Queiroz, seu filho, a convênios celebrados ainda na gestão de Eduardo Campos que, segundo ele, serão efetivados pelo governo Paulo Câmara. 

Queiroz fecha o ano em dia com o CAUC – Cadastro Único de Convênios – e as finanças equilibradas, tendo desembolsado nas últimas duas folhas de pessoal e o 13º salário a bagatela de R$ 50 milhões para aquecer a economia do município. “Não temos motivos para pessimismo em 2015. Caruaru está muito bem, obrigado”, comemora. 

RETOMADA DO PDT – Na área política, o prefeito José Queiroz não alimenta expectativas de retomar o controle do PDT no Estado, mas o seu filho Wolney reabriu negociações com a cúpula nacional, em Brasília, e não será surpresa se arrebatar das mãos do deputado não reeleito Paulo Rubem a posse do diretório estadual da legenda.

Informações de Magno Martins

Dilma agrada aliados derrotados com ministérios

Ministros Armando Monteiro, Helder Barbalho, Kassab e Eduardo Braga.
Foto: Montagem NE10.
Em 1886, Machado de Assis escrevia o romance Quincas Borba, que tornou-se famoso -entre outros pontos – pela clássica frase “Aos vencedores, as batatas”. Em 2014, 128 anos depois do lançamento do livro, a presidente Dilma Rousseff reedita a mensagem ao conceder ministérios aos derrotados nas disputas eleitorais.

Até agora, dos 17 ministros indicados pela petista, quatro não tiveram sucesso nas urnas: Gilberto Kassab (PSD-SP), Helder Barbalho (PMDB-PA), Eduardo Braga (PMDB-AM) e Armando Monteiro (PTB-PE).

O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) ficou em terceiro lugar na disputa para o Senado, mas ganhou o Ministério das Cidades. O tucano José Serra levou a única vaga do Senado, com 57,31% dos votos. Atualmente, o PSD de Kassab tem 45 deputados federais, a quarta maior bancada da Câmara.

O filho do senador Jader Barbalho, Helder Barbalho (PMDB-BA), perdeu a disputa no Pará para Simão Jatene (PSDB). Com 35 anos, o futuro ministro da Pesca e Aquicultura só assumiu cargo público, quando ganhou a eleição para prefeito de Ananindeua, município do interior do Pará.

O novo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB-AM), disputou e perdeu a eleição para governador do Amazonas. Atual líder do governo no Senado, Eduardo Braga ganhou influência política por ter bom trânsito com a chamada ala rebelde do PMDB no Senado. Dilma cogitou tirar do partido a pasta, mas enfrentou resistência. O partido também cobiçava Integração Nacional e Cidades, mas não foi contemplado.

Em terras pernambucanas, o senador licenciado Armando Monteiro Neto (PTB) enfrentou e saiu derrotado na campanha eleitoral no Estado. O petebista perdeu para o socialista Paulo Câmara (PSB). Armando recebeu 31,07% dos votos, enquanto Paulo ganhou com 68,08%.

Pense em um prêmio de consolação…

Por Paulo Pereira
Com informações do blog do Jamildo

Armando defende oposição forte para disputar Prefeitura do Recife em 2016

Armando Monteiro Neto defende
candidatura de oposição a Geraldo Julio.

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem.
A parceria do novo ministro Armando Monteiro Neto (PTB) com o PT não se encerrou com a disputa para o Governo de Pernambuco deste ano. A união política deve perdurar nas eleições para a Prefeitura do Recife em 2016. Ao menos estes são os planos do futuro ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro Neto (PTB). Em entrevista a Geraldo Freire, na Rádio Jornal, na última quarta-feira (24), o senador licenciado defendeu o fortalecimento das bancadas de oposição – na Câmara do Recife e na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) – para se fortalecer até as eleições contra o prefeito Geraldo Júlio (PSB).

Para Armando não há dúvidas de que será lançada em 2016 uma candidatura para se opor ao prefeito socialista. 
“Acho que antes temos que reforçar o papel da oposição na Câmara Municipal e na Assembleia Legislativa, para mim isso é algo que precisa ser valorizado e focado logo. A questão da candidatura nós teremos um tempo para definir e ver quem se apresenta em melhor posição. Agora, eu penso que essas forças precisam se estruturar bem o trabalho de oposição”, explicou o ex-candidato ao governo de Pernambuco.
Quanto aos nomes a serem indicados, o ex-prefeito do Recife João Paulo (PT) voltou a ser cogitado para disputar o cargo. O petista teve duas gestões à frente do executivo municipal e nunca escondeu o desejo em retomar o cargo. Durante a campanha este ano, era notável a ambição de João Paulo, que não conseguiu se eleger para o Senado e deixa este ano a cadeira na Câmara dos Deputados.
“Eu andei com João Paulo no Recife e ele tem uma identidade verdadeira com a cidade. Ele tem muita força, muito reconhecimento popular. Eu acho que ainda é a maior liderança popular do Recife, sem sombra de dúvidas. Então ele terá um papel muito importante nesse processo”, analisou Armando. “Eu diria que é um quadro sempre indispensável, tanto para vir a ser protagonista, como também para ser alguém cujo apoio é importantíssimo para qualquer candidatura”, acrescentou.
Sobre as desavenças internas no PT nas últimas eleições para a Prefeitura do Recife, Armando analisou a disputa como sendo “comum ao contexto político” e ressaltou que a dinâmica da política faz com que os resultados sejam imprevisíveis.
“Já vi na política muita gente que se imaginava invicto e não ganhou. Por isso, que a política seduz”, observou o futuro ministro.
Correligionário de Armando, o deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB) também se articula nos bastidores para disputar a Prefeitura do Recife. De agora em diante, o petebista deve fazer uma firme oposição na Alepe para distanciar-se da base governista e ficar livre para criticar os socialistas.

Do blog de Jamildo

FEIRA DA SULANCA: Zé Queiroz assina pedido de licença ambiental


Foi dado mais um passo importantíssimo para a construção da nova Feira da Sulanca. Na tarde da última terça-feira(23), o prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), recebeu o projeto aprovado pelo conselho da nova Feira da Sulanca e assinou o pedido de licença ambiental para a construção do empreendimento. 

A presidente Fátima Amaral, o vice-presidente Pedro Miranda e representantes do conselho fizeram questão de acompanhar o momento. Para Fátima, a assinatura representa um grande avanço. “Agora, seguimos ainda mais confiantes na construção da nova Feira da Sulanca”, comemorou. O prefeito José Queiroz mostrou-se satisfeito com o andamento do projeto. “Fico muito feliz em saber que a cada dia este projeto avança, tornando real o sonho de transformar a Feira da Sulanca em um empreendimento como Caruaru merece”, enfatizou. Após a aprovação, o conselho da nova Feira poderá dar início à implantação do regime de condomínio e prosseguir com os trâmites burocráticos para iniciar a construção.

Dilma escalou ministros contemplando a política regional



Dilma escalou ministros contemplando a política regional para tentar enfrentar um ano difícil por causa do escândalo na Petrobras. A Minas, deu duas patas, a Bahia (1), Rio Grande do Sul (3), Pernambuco (1), Ceará (1), Pará (1), Centro-Oeste (1) e Amazonas (1). Buscou ainda interlocução com o mercado financeiro (Joaquim Levy), o agronegócio (Kátia Abreu) e a indústria (Armando Monteiro), na foto.

Prefeitura de Santa Cruz realiza asfaltamento em uma das avenidas mais movimentadas da cidade




Em mais uma ação de reparos e melhorias nas vias de intenso tráfego do município de Santa Cruz do Capibaribe, a Prefeitura Municipal iniciou e já concluiu neste final de semana o recapeamento em toda a Avenida João Francisco Aragão, localizada no Centro da cidade.

Na obra com o valor de 150 mil reais em recursos próprios foram utilizadas cerca de quatro mil metros quadrados de asfalto que vão requalificar a via e otimizar o fluxo de trânsito da avenida que recebe milhares de veículos diariamente e tem esse número multiplicado nos dias de feira. 



O prefeito Edson Vieira esteve vistoriando a execução da obra, ao lado do secretário de Planejamento e Gestão, Gilson Julião e componentes da administração, e falou sobre os benefícios, a ação conjunta de secretarias e o compromisso da gestão.

O prefeito Edson Vieira acompanhou de perto o trabalho e ficou satisfeito com a nova situação da avenida que é uma das movimentadas na cidade.
“O recapeamento realizado pela Prefeitura Municipal através de um convênio das Secretarias de Planejamento e Gestão e Serviços Públicos, também integra uma série de ações de revitalização do Centro da cidade que se junta à construção de praças, limpeza das ruas, organização do trânsito e revitalização do canal da Rua 13 de Maio que vai trazer benefícios para os munícipes”, ressaltou o prefeito Edson Vieira. A obra foi executada com o dinheiro azul, verde e branco, só vem reforçar o compromisso da gestão com toda a população santa-cruzense”, finalizou o prefeito.

20 de dez de 2014

Em Vertentes, Zé Ivanildo foi eleito o novo presidente da câmara de vereadores



Dois terços, em chapa única, elegem Zé Ivanildo como novo presidente da câmara do município de vertentes. Na última sessão ordinária para escolha da nova presidência, três vereadores não comparecem e a votação foi unânime.

Com a eleição da nova presidência, a nova composição da câmara ficou assim:

Zé Ivanildo ( Presidente)
Natal do junco (vice),
Lourival Castanha ( 1º secretario)
Luizinho (2º secretario) .

O vereadores Marcone, Polyane e Pedro Panela não participaram da sessão que elegeu o novo presidente e respectivos secretários.

As informações são do blog Vertentes Hoje

PMDB, PT e PSB formalizam candidaturas à presidência da Câmara

Atual presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, participa do lançamento oficial da candidatura do deputado Eduardo Cunha à presidência da Câmara. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Júlio Delgado (PSB-MG) são, até agora, os três candidatos à presidência da Câmara dos Deputados no biênio 2015/2016 formalizados. A eleição será na noite de 1º de fevereiro, após a posse dos parlamentares eleitos este ano. A abertura dos trabalhos legislativos será no dia seguinte.

O peemedebista é do mesmo partido que o atual presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, derrotado nas eleições do Rio Grande do Norte. A favor de Eduardo Cunha, estão PTB, Democratas, Solidariedade e PSC, que somam 166 dos 513 deputados eleitos. O progressista Arthur Lira (AL) afirmou, no ato de lançamento da candidatura do parlamentar fluminense, que grande parte do PP deve votar nele, mesmo sem apoio oficial.

Arlingo Chinaglia já foi presidente da Câmara. Foto: Wilson Dias/Abr/Arquivo
Embora petista, Arlindo Chinaglia disse, nessa quinta-feira (18), na tribuna do Plenário, que sua candidatura não tem o apoio do governo. Apesar disso, PCdoB, Pros, PDT e PT declararam apoio a Arlindo Chinaglia, o que somaria 110 votos. O parlamentar ainda está buscando apoio de outros partidos.

Aliado ao PSDB, partido de oposição ao governo petista, Júlio Delgado defende independência da Casa. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Com o apoio do PSDB, do PV e do PPS, Júlio Delgado deve somar 106 votos. Delgado tem afirmado que sua candidatura é a única independente, pois nenhum dos partidos que o apoia vai indicar ministros para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff (PT).

Do blog de Jamildo

OPINIÃO: "Administração de Taquaritinga comete irregularidades"

Meus caros amigos, não deixem de ler este artigo abaixo. Ele não faz nenhuma crítica, apenas fiz uma pequena consulta na doutrina para se refletir a situação que Taquaritinga do Norte se encontra, ou seja, o Prefeito, diante da situação financeira do município, e mostrando que estar atento aos problemas resolveu dispensar seus secretários e assessores. Não é uma crítica, e sim uma forma de contribuir para nossa terra.

Atividade Fim Pode ser Executada Através de Serviço Voluntário?

Definir serviço público não é tarefa pacífica na doutrina nem na jurisprudência pátria. Embora vários autores visando melhor compreensão do assunto buscam, com sabedoria, criar seus conceitos. O conceito que melhor complementa este pequeno artigo é a definição de Maria Sylvia de Pietro (Direito Administrativo,p.80) que define serviço público como:
"Toda atividade material que a lei atribui ao Estado para que a exerça diretamente ou por meio de seus delegados, com o objetivo de satisfazer concretamente às necessidades coletivas, sob regime jurídico total ou parcialmente de direito público."
Sem fugir do conceito oferecido José dos Santos Carvalho Filho,(Manual de Direito Administrativo, 17ª edição, p.281) quando define serviço público como:
“toda atividade prestada pelo Estado ou por seus delegados, basicamente sobe regime de direito público, com vistas à satisfação de necessidades essenciais e secundárias da coletividade.”
Por último, Hely Lopes Meirelles,(Direito Administrativo Brasileiro, p.296) define serviço público como:
“todo aquele prestado pela Administração ou por seus delegados, sob normas e controles estatais, para satisfazer necessidades essenciais ou secundárias da coletividade ou simples conveniências do Estado.”
O serviço público acaba sendo um dos objetivos do Estado, sendo ele criado e regulamentado pelo Poder Público, ao qual compete também à fiscalização.

Um aspecto importante do serviço público é a remuneração que cria relação pessoal e jurídica onde um sujeito deve efetuar um serviço em benefício de outro sujeito proporcionando uma utilidade concreta e em virtude de uma relação jurídica de natureza obrigatória entre as duas partes..
Quanto à execução esta se divide em direta e indireta. Direta é aquela através da qual o próprio Estado presta diretamente os serviços públicos. E, obviamente, quando o Estado, diante de certas circunstâncias transfere os encargos da prestação destes serviços a outras pessoas. Estando obrigado a prestar o serviço ao usuário ou consumidor, nos termos fixados nas leis e regulamentos.

Não pretendemos esgotar o assunto que diz respeito ao serviço público nem ao serviço voluntário, cuja Lei 9.608/1998, o conceitua e define as regras básicas, conforme abaixo:

O trabalho voluntário é definido como a atividade não remunerada prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.

Para ser enquadrado no conceito da lei do voluntariado, o trabalho deve ter as seguintes características:
1. Ser voluntário, ou seja, não pode ser imposto ou exigido como contrapartida de algum benefício concedido pela entidade ao indivíduo ou à sua família;
2. Ser gratuito;
3. Ser prestado pelo indivíduo, isoladamente, e não como “subcontratado” de uma organização da qual o indivíduo faça parte e, portanto, seja pela mesma compelido a prestá-lo; e 
4. Ser prestado para entidade governamental ou privada, sendo que estas devem ter fim não lucrativo e voltado para objetivos públicos. Para ser voluntário o serviço não pode ser ou ter características de público.

Luiz F.H. Mussi, faz brilhantemente uma divisão das pessoas físicas para podermos compreender e separar aquelas que estão aptas ou não ao serviço voluntário. O membro do Instituto dos Advogados do Paraná, aponta que as pessoas que estão aptas ao exercício do serviço voluntário são aquelas que resolvem emprestar desinteressadamente sua força de trabalho em benefício da atividade finalista da entidade. E as que não podem, por exclusão, estão, aquelas que executam serviço necessário, habitual e imprescindível para o funcionamento permanente e burocrático em si da organização.

Em conclusão, não pode qualquer órgão ou entidade pública demitir seus secretários e seus assessores, alegando que os mesmos continuarão prestando serviço voluntário. Isso fere os princípios do artigo 37 da Constituição de 1988 e Lei de Responsabilidade Fiscal. Por último, nosso objetivo é zelar pelo bem comum de todos e forçar os administradores públicos a cumprirem as leis de nosso sofrido Brasil.


Antônio Martins de Farias
é Advogado e natural de Taquaritinga do Norte, PE.

..................................................................................................................................................................
*As opiniões assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do blog PEmais,
sendo as opiniões expressadas, de total responsabilidade dos colunistas. 

É HOJE!


Pernambuco é o terceiro estado com mais prefeituras investigadas pela CGU

CGU também verificou deficiências dos projetos de construção do Canal da Malária. Foto: Passarinho/Prefeitura de Olinda
Pernambuco é o terceiro Estado com a maior quantidade de municípios fiscalizados devido a indícios de irregularidades em convêncios firmados com a União, ficando atrás apenas de Minas Gerais e da Bahia. De acordo com o balanço divulgado pela Controladoria Geral da União (CGU), entre janeiro de 2011 e 15 de dezembro deste ano, 232 ações de controle foram realizadas em 71 municípios do Estado.

Nos últimos três anos, foram concluídas 3.537 ações de controle visando verificar a correta aplicação dos recursos federais em todo o País. Um total de 941 municípios foram fiscalizados pela CGU, havendo uma maior concentração das ações investigativas nos estados de Minas Gerais (77 dos municípios fiscalizados), Bahia (72), Pernambuco (71), Mato Grosso (70) e São Paulo (66). Do mesmo modo, em relação à quantidade de ações de controle, destacam-se os estados do Maranhão (291), Mato Grosso (243), Bahia (239), Sergipe (239) e Pernambuco (232).

Em Olinda foram encontradas falhas com dano ao erário no valor de R$ 1.388.138,19 devido ao superfaturamento em contratos firmados com verba do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), destinadas à urbanização, limpeza, desobstrução de rios e canais, e melhoria das condições de habitabilidade ribeirinha. A CGU também verificou deficiências dos projetos de construção do Canal da Malária, paralisação e problemas no estado físico das obras, além de indícios de que os serviços foram iniciados sem o devido licenciamento ambiental. Segundo a secretaria de Assuntos Jurídicos de Olinda, todas as irregularidades foram corrigidas.
Por Paulo Pereira
com Informações de Beatriz Albuquerque, no Jornal do Commercio

15 de dez de 2014

Garota de 10 anos morre após receber descarga elétrica em Olinda

Menor foi eletrocutada quando tentava ligar o notebook na tomada


Uma garota de 10 anos morreu após receber uma descarga elétrica em uma tomada em casa, no bairro de Passarinho, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), nesse sábado (13). Chrislaine Laira da Silva Lopes de Souza foi eletrocutada quando tentava ligar o notebook na tomada. Apesar de ter sido socorrida para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Olinda, não resistiu aos ferimentos. 

A menina estava acompanhada do irmã de 15 anos no momento do incidente. A adolescente não ficou ferida. O corpo de Chrislaine Laira foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. A menina foi enterrada no Cemitério de Beberibe na tarde deste domingo (14).


Fonte: Jornal do Commercio

PSDB fica fora do governo Paulo Câmara

Uma reunião que uniu o PSDB e o deixou com os pés fora do governo
Bruno Araújo ficou de divulgar nota sobre a posição do partido (Foto: Bruno Campos / Arquivo Folha)
O PSDB caminha mesmo para ficar de fora do Governo de Paulo Câmara. Pelo menos da equipe de Governo. A decisão de recusar a pasta de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo foi tomada numa reunião na tarde deste domingo (14) no apartamento do presidente estadual da legenda, Bruno Araújo. 

Estavam presentes o prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, os deputados federais eleitos Betinho Gomes e Daniel Coelho, o estadual Claudiano Martins, os vereadores Aline Mariano e André Régis, além do anfitrião, claro. 

Após abrir a reunião e fazer uma explanação sobre as negociações, Araújo abriu a discussão sobre se aceitava o que estava sendo oferecido. A recusa foi unânime. Diante da negativa, Araújo voltou a consultar se era um “não” definitivo ou se haveria espaço para negociação de outros espaços. 

Foi quando Elias e Régis defenderam a tese de que não teria sentido aceitar uma eventual contraproposta. Agindo desta forma, argumentaram, ficaria parecendo que o partido estaria fazendo barganha. Além dos presentes na reunião, o primeiro suplente da Assembleia Legislativa, Antônio Moraes, que assumirá vaga na Assembleia Legislativa, foi consultado por telefone e concordou com a decisão dos colegas. 

Diante do resultado, ficou acertado que Bruno Araújo divulgaria uma nota à sociedade explicando os motivos que levaram à posição do PSDB. No documento, vão enfatizar que continuarão na base do Governo na Assembleia, mas sem cargos na gestão. Essa era a posição até as 23h00. No entanto, a nota ainda não havia sido divulgada. 

Depois de momentos tensos nos últimos dias, nos quais o presidente Bruno Araújo foi acusado de ser negligente com o partido ao se ausentar do País em plena negociação de secretariado, a reunião acabou com uma unidade não imaginada no ninho tucano até o final da manhã deste domingo. Todos firmaram a mesma posição sem intriga, estresse ou cara feia.

Por Paulo Pereira
com informações de Márcio Didier

Secretariado de Paulo Câmara tem perfil mais técnico que político

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
O núcleo duro do governador eleito, Paulo Câmara (PSB), não fugirá à sua maior marca: perfil mais técnico que propriamente político. O mistério que cercou nas última semanas a lista completa do novo secretariado se encerra hoje, às 15h, com a coletiva de imprensa no Recife Praia Hotel. Nas funções­chaves, os nomes já são velhos conhecidos: Antônio Figueira (Casa Civil), Danilo Cabral (Planejamento), Márcio Stefanni (Fazenda), Fred Amâncio (provavelmente para Educação), Thiago Norões e Renato Thibaut. A surpresa fica para o escolhido para a pasta de Administração: Rodrigo Amaro. Graduado em 2007 em Administração, o jovem técnico é, atualmente, presidente da Perpart.

Desse grupo seleto, que goza da confiança e do poder sobre a máquina, ainda faz parte Raul Henry (PMDB), o vice­governador eleito. Ele deixou de ficar com o comando da Secretaria de Educação, como era esperado, para assumir uma função­chave no governo. A ele caberá funções de monitoramento e articulação, de livre trânsito pelas secretarias.


De acordo com uma fonte ligada a Paulo, além de Danilo Cabral, mais três deputados federais eleitos farão parte do novo governo: Felipe Carreras (Turismo), André de Paula (Cidades) e Sebastião Oliveira (Transportes). Com essa tacada, Paulo consegue contemplar quatro partidos da sua base de sustentação. Os suplentes que subiriam à Câmara Federal: Augusto Coutinho (SD), Fernando Monteiro (PP), Cadoca (PCdoB) e Raul Jungmann (PPS), este último teria que renunciar ao mandato de vereador do Recife

No esforço para “mimar” os 21 partidos da aliança que o elegeu, o jogo de xadrez ainda atingiria a Assembleia Legislativa. Existe a possibilidade de Paulo chamar ou alguém do PSDB e outro nome de sua confiança, como os deputados Waldemar Borges (PSB) ou Aluísio Lessa (PSB). Assim, o decano Maviael Cavalcanti (DEM), o 3º suplente, voltaria à Casa Joaquim Nabuco.

Para estruturar a sua equipe, Paulo Câmara conversou com cada líder partidário. Como fieis conselheiros, ouviu muito o que Raul Henry e o prefeito Geraldo Julio (PSB) tinha a dizer. Na escolha, alguns fatores foram determinantes. Por exemplo, a escolha de André de Paula pode ser estratégica para o novo governador, se o ex­prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) assumir o ministério das Cidades na nova equipe da presidente Dilma Rousseff (PT). Os dois são do mesmo partido e, com o PSB na oposição, essa “feliz” coincidência facilitaria os trabalhos.

Por Carolina Oliveira
Do Jornal do Commercio desta segunda-feira (15).

OPINIÃO: "É Preciso Olhar para a História."

A eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Taquaritinga do Norte espalhou a discórdia. Grupos que pareciam unidos se dissiparam. Ao dispersar-se cada um saiu correndo para defender seus interesses sem nenhuma explicação.

O que não se compreende é como uma eleição que estava ganha se foi. O cavalo celado passou pela porta da casa Pedro Lucas e ninguém montou, e quando perceberam o animal já se encontrava nas pastagens de Pão de Açúcar. O alazão apeou-se nos domínios do Lero, que elegeu o Sr. Geovane, para o biênio 2015/2016, compartilhando o poder com o PSDB.

Ora, com o desarranjo dos grupos, muitos preferiram ir Pão de Açúcar a pé, para o lado do Lero, ao qual conferem a certeza da conquista da eleição de 2016. Será tão fácil assim?

Parece que não, pois é preciso olhar para a história. O Brasil tem uma tendência ao centro, como Recife. Todo recifense pensa sua centralidade. Para comprovar basta perceber que nenhum governador eleito de Pernambuco, até hoje, tem como origem o interior.

Desta forma, aqueles que dão a vitória de 2016 ao Lero, não estão avaliando um problema social e antropológico, quando não sabemos de um prefeito que tenha nascido fora do perímetro urbano da cidade das Dálias.

Assim, quem corre para o lado do Lero, achando que ele já ganhou corre o risco de sair derrotado e sem analisar outras possibilidades de candidaturas com chances de vencer em 2016, mesmo que tenha o apoio de forças de Pão de Açúcar, Gravatá do Ibiapina, além dos votos da zona rural.

Antonio Martins de Farias
é Advogado e norte taquaritinguense.

..................................................................................................................................................................
*As opiniões assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do blog PEmais,
sendo as opiniões expressadas, de total responsabilidade dos colunistas. 

PT reafirma papel de oposição ao governo do PSB em Pernambuco

Foto: divulgação Alepe
Na última reunião de 2014, o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) tirou uma resolução em que se coloca oficialmente no papel de oposição ao novo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), que assume o executivo em 1º de janeiro de 2015. A postura já era esperada, depois das duras críticas feitas pelo partido durante a campanha eleitoral este ano contra o candidato do PSB.

O posicionamento vai ser adotado nas principais esferas de poder estadual – na Câmara dos Vereadores e na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O encontro deste domingo aconteceu no Hotel Jangadeiro, em Boa Viagem, e reuniu 54 membros do diretório do partido.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, também entra no radar do PT, que busca rearticular a bancada de oposição na Câmara, atualmente com voz inexpressiva. “Geraldo Julio, muito mais até do que o próprio Paulo Câmara, foi uma voz de acirramento contra Dilma”, observou a presidente do PT em Pernambuco, Teresa Leitão.

Na Alepe, o partido também busca fortalecer a bancada oposicionista ao lado do PTB. “Isso foi uma reafirmação do processo eleitoral. Na eleição, nós fizemos uma chapa de oposição ao governo, então não tinha um outro caminho”, destacou a presidente.

INFIÉIS – Na busca pela reestruturação do partido, outro tópico da reunião tratou da punição dos infiéis. Após as eleições, no mês de novembro, a lista compreendia uma média de cem filiados e incluia três prefeitos.

Um mês depois, o levantamento caiu para aproximadamente 25 pessoas, sendo cinco prefeitos. Todos já foram notificados e os casos estão sendo analisados pela comissão de ética do partido.

Segundo Teresa Leitão, 26 pessoas pediram desfiliação antes mesmo de serem notificadas. “Foi muito bom porque já diminui o nosso trabalho”, brincou.

Por Paulo Pereira
com informações do blog de Jamildo

Homem morre em acidente na PE-145 próximo ao município de Brejo da Madre de Deus

Aconteceu neste domingo (14) um acidente na PE-145, sentido Jataúba/ Brejo da Madre de Deus.

Segundo informações, o acidente ocorreu nas proximidades da Curva da Ponte dos Cabaços, que vitimou o pedreiro Orlando André da Silva, conhecido “Banzo” (53 anos) que residia no Sítio Praquió, zona rural de Jataúba.

Populares não souberam informar as causas doa acidente, o mesmo guiava uma moto Titan 150cc, de cor preta e placa KJP-9912. O corpo foi encaminhado ao IML em Caruaru.

Por Paulo Pereira
Informações do blog de Ney Lima

Motorista embriagado capota veículo no centro de Toritama

Fotos: Evandro Bala e Evilázio Lucena
Um acidente inusitado chamou a atenção na noite deste domingo (14) na Capital do Jeans. O fato aconteceu por volta das 21h. Um veículo Pick-Up Strada de placa OYS-4361 de São Caetano (PE), trafegava em alta velocidade quando o condutor perdeu o controle, bateu em outro veiculo que estava estacionado e em seguida capotou.

Segundo informações de populares, o motorista apresentava sinais de embriaguez e logo após o acidente o mesmo fugiu do local e abandonou o veículo. Policiais Civis e Militares estiveram no local para desobstruir o tráfego e investigar as causas do acidente.

O fato aconteceu na Avenida João Manoel da Silva, há vinte metros do Hospital Nossa Senhora de Fátima. Apesar da violência do acidente, ninguém se feriu grave mente, havia pelo menos duas pessoas dentro do veiculo que estava estacionado.
Até o momento, o motorista que provocou o acidente não havia sido encontrado.

Por Paulo Pereira
com informações do blog Toritama Informa

14 de dez de 2014

Polo de Confecções do Agreste: da Sulanca à industrialização

Após nascer e se consolidar num ambiente sem nenhuma ajuda oficial, empreendedores precisam investir em tecnologia e buscar competitividade
Vista aérea do Moda Center Santa Cruz do Capibaribe na segunda 8 de dezembro, quando recebeu 150 mil pessoas
Inailson Gomes/divulgação
Depois de provar a força empreendedora do homem do interior, o segundo maior Polo de Confecções do Brasil, no Agreste, tem um novo – e grande – desafio: profissionalizar-se. Com um faturamento anual bruto próximo de R$ 1 bilhão, segundo o Sebrae, quase 19 mil unidades produtoras empregam 130 mil pessoas em 10 cidades de Pernambuco. Três se destacam e são responsáveis por 70% da produção: Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. Num mês de dezembro, a visita a essas localidades numa segunda, dia de maior movimento das feiras, é de impressionar – a começar pelo engarrafamento.


Não precisa muito para verificar como é feita a maioria das peças: quase toda casa tem máquina de costura. Graças às chamadas facções, que desenvolvem partes do processo produtivo, famílias inteiras encontraram uma maneira de fugir da seca – praticamente não há desemprego nessa região. Mas muitas ainda atuam na informalidade, sem acesso a qualificação e, portanto, distantes da inovação. Nos próximos anos, o fator preço pode não ser suficiente para concorrer com a difusão de grandes varejistas no interior, a invasão asiática e outros polos que começam a se estruturar no País, como em Sergipe e no Piauí.



A família Silva ilustra bem como as coisas funcionam por lá. Jane, uma das três filhas, é dona de uma facção num pequeno galpão no município de Taquaritinga. Semanalmente, nesta época do ano, ela recebe 2 mil peças de um empresário que comercializa os produtos acabados numa das mais de 10 mil operações do Moda Center Santa Cruz do Capibaribe, a poucos quilômetros dali. O tecido chega à casa dos Silva apenas cortado no formato da peça (geralmente camisas).


A mãe fica responsável por colocar a abertura. Uma das irmãs, a gola. E a outra, unir a frente às costas. Daí a peça, que rende R$ 1,20, segue para ser acabada na facção. No Moda Center, é vendida a R$ 10 (adulto) e R$ 7,90 (infantil). O pai já foi costureiro também, mas recentemente abriu uma pequena oficina no terraço de casa. “Se recebêssemos um pouco mais, seria melhor. Mas hoje temos que dançar conforme a música”, dizem.

É graças à confecção que a família tem casa, comida e TV com DVD na sala. Mas são pessoas que ainda não contam com folga semanal e férias remuneradas, 13º, aposentadoria, FGTS, licença-maternidade. A informalidade atinge 93% das facções e 66% das empresas. Como diz Mário César, responsável pelo projeto de melhoria da competitividade industrial do Sebrae Caruaru, “a dinâmica do polo é complexa e bem particular”. Ele lembra que a formalização esbarra também na questão cultural. Além disso, qualificar a mão de obra mais antiga, operante e de baixa escolaridade é missão difícil: “Por que parar de trabalhar para estudar se aprendi a costurar com minha vó?”. Inovar custa caro, requer pesquisa e desenvolvimento, não apenas maquinário. E aí, se não há inovação, não se ganha competitividade – ainda mais quando se tem uma alta carga tributária e estradas precárias e inseguras. 

“Se você analisa os aspectos estratégicos, eles pouco se alteraram na última década. Ainda existem no polo as mesmas carências estruturais”, diz o diretor-executivo do Instituto Fecomércio de Pernambuco, Oswaldo Ramos. Quem vende nas feiras já sente uma retração nos negócios – puxada também pela conjuntura econômica desfavorável. Em Toritama, por exemplo, segundo pesquisa da Fecomércio, alguns empresários estimam queda de 11% nas vendas de fim de ano na comparação com 2013.

Na estrada, assaltos e engarrafamentos
Na primeira segunda de dezembro, dia 1º, depois de comprovar o trânsito caótico da entrada de Toritama, justamente onde termina a duplicação da BR-104, a reportagem do JC levou mais de uma hora para percorrer 12 km da PE-160, do entroncamento com a BR-104 até o Moda Center de Santa Cruz. Ao questionar diversos lojistas no condomínio sobre o que mudariam na região, as repostas foram quase unânimes: a estrada. Sem uma infraestrutura logística eficiente – e à altura da grandiosidade –, fica difícil apostar num sustento de longo prazo. Somente no feriado do último dia 8, o Moda Center recebeu 150 mil pessoas. Bateu recorde histórico de público.


São 120 mil m² de área construída, num espaço de 32 hectares, abrigando 10,3 mil pontos de venda, rede própria de hotéis e seis praças de alimentação. É o maior centro atacadista de confecções do Brasil. “Pelo menos 20% dos municípios pernambucanos possuem empreendedores no condomínio. É como se uma em cada cinco cidades do Estado tivesse um comerciante no parque”, calcula o ex-síndico Valmir Ribeiro, no cargo por quatro ano. O mix de produtos inclui de itens populares a artigos mais trabalhados, com 75% das 850 milhões de peças comercializadas no Nordeste e pouco mais de 12% na Região Sudeste, com destaque para Minas Gerais e Espírito Santo.

A duplicação da BR-104 – onde com frequência acontecem assaltos – é promessa antiga. Começou em 2009. Segundo o secretário de Infraestrutura do Estado,João Bosco de Almeida, o trecho entre Toritama e a divisa com a Paraíba será licitado no início de 2015. “Ainda não se sabe se por nós ou pelo Dnit”, pontua. O investimento ficará perto de R$ 300 milhões. Já a PE-160, no valor de R$ 64 milhões, teve início no meio ano ano, mas está com as obras paradas, devido, de acordo com o secretário, ao fechamento da gestão. Será retomada em janeiro, com previsão de conclusão em um ano.


“Hoje temos uma dificuldade grande de acesso. Clientes que conquistamos com muito esforço são prejudicados com horas de engarrafamento”, comenta o atual síndico do Moda Center, Allan Carneiro. “Também carecemos de estrutura no acesso a água. Passamos meses sem receber água e precisamos recorrer a caminhões-pipa”, acrescenta. Na visão dos empresários, se houvesse uma intensificação do acesso à informação, mais parcerias, orientações e divulgação por parte do Estado, o Polo estaria dando passos ainda maiores. “Ainda sofremos com resquícios de informações distorcidas. Muita gente acha que a produção aqui não tem qualidade. O que não é verdade. Atualmente competimos com outros gigantes, como São Paulo”, reforça Carneiro.

O diretor adjunto da Unidade do Agreste da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), João Bezerra Filho, reforça a pujança do Polo, mas compara: “os investimentos em outras áreas muitas vezes são bem maiores para uma distribuição de renda muito menor. Com mais apoio, as confecções no interior podem ter um custo-benefício ainda mais vantajoso”.

Saiu na TV, já está na prateleira

O Polo de Confecções se destaca no fast fashion. A tendência que aparece hoje nas novelas pode ser rapidamente reproduzida. Há empresas com produção quinzenal de coleções. É aí que os negócios conseguem concorrer com a China, de onde os produtos demoram até chegar ao Brasil. Por outro lado, as peças asiáticas muitas vezes entram no País ilegalmente e terminam ficando mais baratas. Os maiores compradores do Polo continuam sendo sacoleiros e pequenos e médios lojistas. Por lá, ninguém acha muito vantajoso fechar negócio com grandes magazines, que pedem exclusividade e não dão garantia de renovação de contrato.


Um outro gargalo que pesa é a falta de mão de obra. Quem tem uma pequena facção reclama que é difícil encontrar costureira. Muitos jovens não querem mais costurar, preferem atuar na área técnica ou administrativa. Por falta de “operadoras de máquinas”, como algumas têm preferido ser chamadas, muitos negócios têm migrado para pequenas cidades ao redor dos centros, ampliando ainda mais o raio do Polo.


Quem viu e viveu a transformação da última década foi o diretor presidente da Rota do Mar, Arnaldo Xavier. A empresa é um case nacional, considerada a maior de confecções do Estado e uma das maiores do Brasil. Com 18 anos, numa estrutura que também nasceu no quintal de casa, a companhia produz 1,4 milhão de peças por ano e emprega 1,2 mil pessoas.


Focada em surf, casual e street wear e esportes de aventura, a Rota do Mar também contrata pequenas facções, todas formalizadas, e orienta processos produtivos e relações trabalhistas. A empresa deve fechar 2014 com um faturamento de cerca de R$ 40 milhões, um crescimento perto de 10% ante 2013. “Em 2015, vamos entrar no e-commerce e abrir duas lojas-conceito, em Pipa e Porto”, comemora Xavier.


Apesar do benefício tributário em Pernambuco, a carga ainda é elevada para quem é formalizado e impacta diretamente os negócios. A lei que trata do benefício fiscal é ampla (Lei 12431/2003). O diretor de tributação e orientação da Secretaria da Fazenda, Manoel Vasconcelos, destaca as possibilidades de redução da carga na base de cálculo ou por crédito presumido para quem atua com fios, tecidos, artigos de armarinho e confecções. 

A diferença que faz a educação

Allan Carneiro, síndico do Moda Center, é paraibano. Mudou-se para Santa Cruz ainda adolescente, com a família, levando somente a mala e os móveis. Em casa, montaram uma pequena facção. Passaram anos na informalidade, assim como a família Silva, citada no início desta reportagem. A diferença é que Allan teve acesso à educação. Levantava às 7h, trabalhava com costura até as 16h, ia para a faculdade pública de contábeis em Campina Grande e retornava meia-noite de ônibus. Com capacitação e conhecimento no bolso, ele conseguiu montar uma pequena fábrica na cidade, a Zuzinha Kids – um investimento de R$ 400 mil com ajuda do BNDES –, e hoje emprega 22 funcionários, todos de carteira assinada.


Muitos deles já fizeram cursos gratuitos no Senai, como Zilda Leal, 21 anos, formada em produção de moda e técnica em vestuário. Ela entrou na Zuzinha como estagiária e hoje é quem faz a modelagem computadorizada das roupas. Desde 2010, os Senais de Caruaru e Santa Cruz formaram quase 63 mil pessoas na área têxtil e de vestuário, com índice de ocupação, nos últimos anos, de 60% e média salarial entre R$ 800 e R$ 1,1 mil. O Sebrae anunciou que irá investir R$ 15 milhões entre 2015 e 2018 no Agreste, entre consultorias e cursos de formação gerencial. “Pessoalmente, acho que, no Brasil, ou você educa, ou então você não muda”, pondera Mario Cesar, do Sebrae.
“O Polo se desenvolveu com um certo grau de autonomia do poder público e chegou a um ponto em que carece de várias infraestruturas que podem ser viabilizadas. Essa cultura está bem entranhada, mas parte do nosso trabalho é colocar o Estado como parceiro para ajudar no desenvolvimento, e não apenas com o papel do ônus fiscal e de regulação”, afirma o secretário-executivo de gestão do desenvolvimento, Felipe Chaves, da pasta de Desenvolvimento Econômico.
Para dar conta desses problemas e tentar solucionar essa complexa equação, o governo criou, em 2012, o Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções, uma organização social (O.S.) com contrato de três anos, no valor de R$ 6,16 milhões. O objetivo é fomentar novos negócios, explorar novos mercados e elaborar estudos e pesquisas. Atualmente, dois projetos estão em foco: o Marco Pernambucano da Moda, no Recife Antigo, e o Programa de Inteligência Mercadológica. Além disso, o núcleo patrocina eventos como a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana, que ocorre semestralmente em Caruaru. Sobre o atraso na entrega dos equipamentos do Marco, Chaves disse que serão entregues ainda neste mês, em parceria com a PetroquímicaSuape. Ele também anunciou que virão, em 2015, dois novos editais de incubação. 

Polo Comercial de Caruaru comemora 10 anos

O ano de 2014 marca uma década de nascimento do Polo Comercial de Caruaru. O local, que emprega três mil pessoas, começou pequeno, com 180 operações, e hoje é formado por mais de 300 lojas, dos mais variados segmentos: vestuário, sapatos, acessórios, artigos em couro e artesanato. Cerca de 80% dos produtos comercializados são oriundas do Polo de Confecção do Agreste. São 64 mil m² de área coberta e 34 mil m² de Área Bruta Locável (ABL), com espaços para eventos, feiras, exposições e festas.


Pela importância que tem na região, o Polo tem atraído várias empresas e instituições como a Provider, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Universidade de Pernambuco (UPE), que mantêm centros de ensino no centro comercial. À frente do Polo de Caruaru, estão três sócios: Djalma Cintra, Alfredo Alves e Douglas Cintra. O superintendente, Henrique Camello, fala em outras novidades para o ano que vem.


Toritama também estruturou sua área de comercialização. O Parque das Feiras foi inaugurado em 2001. É um complexo de nove hectares que comporta mais de 700 boxes/lojas, com praça de alimentação e estacionamento para mais de 2 mil veículos. O Parque, assim como o Polo de Caruaru, fica às margens da BR-104. 

Linha do tempo: da Feira da Sulanca ao Polo de Confecções


1970: Pernambuco era um grande produtor de algodão 

1980: As primeiras peças de vestuário começaram a ser fabricadas pelas mulheres, com retalhos de tecidos

1990: A Feira da Sulanca começou a tomar as ruas. O termo "sulanca" quer dizer “helanca vinda do sul”
2000: Começam as obras do Moda Center Sta Cruz, com terreno doado pela prefeitura e investimento através de condomínio. Obras levaram 6 anos
2014: Moda Center é considerado o maior centro atacadista de vestuário do Brasil

Por Raíssa Ebrahim, do Jornal do Commercio